Tendências e perspectivas do mercado imobiliário em 2018

Tendências e perspectivas do mercado imobiliário em 2018

As vendas de imóveis aumentaram cerca de 10% em 2017 em comparação com 2016, segundo a Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança). Apesar da singela recuperação, a pergunta que não quer calar é: o que vai ser do mercado imobiliário em 2018?

Além disso, a economia do Brasil está passando por um momento complicado. Em tempos de crise financeira é natural que todo cidadão pense duas vezes antes de fazer compras. E, é claro, isso influenciou todos os aspectos do país, inclusive, o mercado imobiliário.

Quer saber como a área vai se comportar ano que vem? Separamos as principais tendências e perspectivas neste post. Confira!

Melhora na economia

Especialistas do mercado financeiro ouvidos pelo Banco Central preveem melhora na economia do país em 2018. Eles acreditam que a inflação deva ser menor e que a economia deverá voltar a crescer. Veja os principais pontos:

Inflação

Ao que tudo indica a inflação do ano que vem vai ficar abaixo da meta central, que é de 4,5%. Além disso, os especialistas apontam uma inflação de 3,09% para 2018.

PIB

O PIB (Produto Interno Bruto) também deve crescer de acordo com o levantamento do Banco Central. A última previsão é de aumento em 2,51%.

Taxa Básica de Juros

Os analistas também estimam que a taxa básica de juros, a Selic, vai se manter estável em 2018. Atualmente ela está em 7,5% ao ano e a expectativa para o fechamento do próximo é de 7%.

Geração de empregos

Todas as boas notícias sobre a economia devem afetar positivamente a geração de empregos no país. O que é essencial para voltar a gerar renda e esquentar o mercado imobiliário.

Essa área também tem sua importância para a economia. É um mercado que gera muitos empregos e que foi atingido pelo clima de incertezas econômicas do país.

Mudanças no Minha Casa Minha Vida

O governo federal anunciou algumas mudanças no programa Minha Casa Minha Vida. Entre essas alterações está a de que imóveis de cidades pequenas, com menos de 50 mil habitantes, também poderão se beneficiar com o programa.

Tendências do mercado imobiliário em 2018

linha de crédito pró-cotista, que oferece juros menores para pessoas que não se encaixam no programa Minha Casa Minha Vida, será retomada pela Caixa Econômica Federal. O projeto, que usa recursos do FGTS, está suspenso desde junho de 2017.

Além disso, o Banco do Brasil também passou a atuar no segmento de mercado imobiliário. Encorajados pela redução da Taxa Selic, o BB e o Itaú Unibanco diminuíram os juros do crédito imobiliário. A concorrência acirrada é uma ótima notícia para corretores e compradores.

As projeções do mercado estão otimistas. Agora, precisaremos trabalhar muito para que as vendas voltem a crescer no ano que vem. Veja alguns hábitos que podem te ajudar a fechar mais negócios:

  • Estude muito o mercado;
  • Organize a sua carteira de clientes;
  • Use as redes sociais;
  • Transmita confiança.

Gostou das informações desse artigo? Então compartilhe-o em todas as suas redes sociais e faça com que mais pessoas saibam das tendências do mercado imobiliário em 2018.

Deixe uma resposta