O que é um Private Broker?

Saiba como atua um dos principais players do no mercado de mediação imobiliária de luxo.

Trabalhar com imóveis nunca foi uma tarefa fácil. Desde tempos imemoriais, os seres humanos já buscavam um cantinho para chamar de seu, e percebendo isso, uma das funções que mais cresceu – e ainda cresce – no mercado, é a dos Brokers.

Os brokers podem ser definidos como agentes ou empresas que fazem as ligações entre um determinado comprador e um vendedor que estejam interessados em realizar uma transação de efetivo valor sobre um produto ou serviço.

Em uma tradução livre, um broker seria um “intermediário” – indo mais a fundo na origem da palavra, poderia vir também do francês “broceur” ou “pequeno comerciante”.

De fato, o termo é um dos mais ricos em significados quando se trata do vocabulário econômico. Alguns dos brokers mais “famosos” que estão no mundo são:

  • Brokers Comerciais: Trabalham diretamente com a cadeia de distribuição de indústria.
  • Brokers de Ações: Trabalham diretamente com a venda de títulos na Bolsa de Valores.
  • Home Broker: Sistema oferecido pelas corretoras de ações para venda pela internet

Já deu para ver onde vamos chegar não é? O broker não se limita somente a encontrar contatos ou estabelecer transações, mas sim a oferecer um serviço de qualidade como agente transformador dentro das operações.

Private Broker: Por que você precisa ter um?

No mercado imobiliário, os brokers são geralmente chamados de outro nome: corretor. Não é um termo errado de forma nenhuma, contudo, o mais correto seria usar o termo consultor – uma vez que o mesmo possui um amplo conhecimento no mercado em que atua.

Isso vale mais ainda para o Private Broker, que em tradução livre seria o “Corretor Privado”. De fato, o trabalho deles pode ser definido dessa maneira simples. Porém, o mais indicado para descrevê-los seria:

“Corretor Privado que atua no segmento de luxo, oferecendo tratamento VIP e personalizado a clientes de alto poder aquisitivo interessados na compra e venda de imóveis”

Não somente por atuar no segmento de luxo, mas o Private Broker precisa ter um conhecimento impar não somente em investimento imobiliário, mas também no mercado nacional e nas tendências do setor.

Boa parte disso vem com a experiência, contudo, é sempre aconselhável escolher um Private Broker que frequentemente se atualize ou se recicle, ou que já esteja no mercado a muito tempo atuando como atendimento exclusivo.

Felipe Affonso Boschetti.

Deixe uma resposta